A importância dos espaços públicos de qualidade

Paulo Kawahara, arquiteto associado do escritório de Jaime Lerner e integrante da equipe que projetou o Riviera Santa Maria, insiste na importância do investimento em espaços públicos de qualidade. Um exemplo recente, que comprova a tese de Paulo, é a revitalização da orla do Guaíba, em Porto Alegre, obra concebida pelo mesmo escritório. Um ano após a inauguração, a revitalização transformou a relação do porto-alegrense com aquele espaço, aumentando a autoestima dos moradores. Com público característico em cada turno, o trecho de 1,3 quilômetro passou a atrair milhares de pessoas. Pela manhã, é o lugar ideal para caminhar, correr, andar de bicicleta. À tarde vira local de encontro, turismo e até estudo. Depois vem a contemplação do pôr do sol, as atrações musicais e a boemia. O quilômetro mais celebrado virou a principal área de lazer e ponto turístico da capital dos gaúchos. E os depoimentos vão de “Sempre quando vem alguém nos visitar trazemos aqui para passar o dia. É o melhor lugar de Porto Alegre”, passando por “Demorou para sair do papel, mas ficou muito bonito. Nos últimos 20 anos, é onde a cidade mais evoluiu. Andou para frente” até “A mudança trouxe uma coisa que Porto Alegre não tinha, que é qualidade de vida”. Reportagem completa aqui.

Centro Cultural IGG

Pedro Gunther, Alberto Heller, Helmuth e Luci Kirinus

Foi inaugurado em 08/06/19, em Itapoá-SC, o Centro Cultural IGG, uma contribuição da empresa responsável pelo projeto Riviera Santa Maria para o fomento de atividades pedagógicas, artísticas e culturais na cidade. A coordenação de uso do espaço está a cargo da Escola de Música Tocando em Frente, capitaneada por Helmuth (Mutti) e Luci (Nena) Kirinus. O evento de abertura contou com a Masterclass de Alberto Heller sobre “Corpo-Energia-Movimento na Música”. Alberto, com formação em piano clássico na Alemanha, além de instrumentista é arranjador, compositor e escritor. A Tribuna de Itapoá fez a cobertura do evento (aqui) e as atividades do Centro podem ser acompanhadas na página Facebook, (aqui).

5o. Rodeio Crioulo Nacional de Itapoá

Aconteceu de 07 a 09/06/19 mais uma edição do rodeio organizado pelo CTG Fronteira do Litoral, em Itapoá-SC. Com mais de 600 competidores no laço, cavalos e búfalos, apresentações da danças, bailes e shows com artistas consagrados, o evento atraiu público de toda a Região Sul do Brasil. Rubens Geraldo Gunther, Presidente da IGG, empresa que cedeu a área para a construção do CTG, registra “O trabalho do patrão Cesar Cotia e de toda a sua equipe são fundamentais para a consolidação do tradicionalismo gaúcho na região. Apoiamos a iniciativa por entendermos que é uma atividade cultural que valoriza a família, a amizade, o trabalho e a cidadania”. A Câmara de Itapoá apresentou uma Moção de Aplausos ao CTG Fronteira do Litoral e aos organizadores do 5o. Rodeio Crioulo Nacional de Itapoá (aqui).

Pedro Silvano Gunther é Cidadão Honorário de Itapoá

Pedro Silvano Gunther na cerimônia de entrega do Título de Cidadão Honorário de Itapoá

No dia 25/04/19, véspera da comemoração dos 30 anos da criação do Município de Itapoá, a Câmara Municipal concedeu o título de Cidadão Honorário a Pedro Silvano Gunther, a mesma honraria recebida por seu pai, Geraldo Mariano Gunther, em 1999. A ligação de Pedro com a cidade começou há 62 anos, quando seu pai uniu-se a outros pioneiros e construíram a estrada para chegar à praia.  Frequentador assíduo da praia, Pedro criou laços com a comunidade e, paralelamente à sua vida empresarial em Curitiba e Maringá, participou das iniciativas da família na cidade (Camping, Maresia, Condomínios, etc.). Na data da instalação do Município foi Pedro quem redigiu a ata, relatada por seu irmão Luiz Eduardo.

Pedro Silvano Gunther recebendo a placa comemorativa pelas mãos do Vereador Jefinho Garcia

Pedro foi Presidente da Fundação Pró-Itapoá e é Vice-Presidente da Associação de Defesa e Educação Ambiental (ADEA). Também é Vice-Presidente da IGG, a empresa responsável pelo projeto Riviera Santa Maria. Colabora ativamente com os projetos culturais da cidade, especialmente na área musical. Segundo Pedro: “É uma história comprida, recheada de descobertas, trabalho e alegria.”